Plural Form – Conheça os plurais em inglês

Vamos falar hoje de um assunto bem básico, porém, ficamos perdidos se não soubermos um pouco sobre eles.
Estou falando dos plurais em inglês ou o plural of nouns (plural form), que apesar de fáceis podem fazer bastante confusão na cabeça de quem está estudando estes detalhes.

Bom, basicamente a regra geral é acrescentar o -s:
Ex.:
table / tables
kiss / kisses

Mas, como sabemos que toda gramática tem suas regras, esta parte também tem. Vejamos.
Em palavras terminadas em –s, -sh, -ch, -ss, -x e –z acrescentamos –es ao final da palavra.
Exs.:
match / matches
ash / ashes
glass / glasses
box / boxes
bus / buses
mass / masses
buz / buzesContinue a ler »Plural Form – Conheça os plurais em inglês

Uma dica para a sua pronúncia em inglês – Parte III – O som das vogais

Bom, esta é a terceira parte do nosso aprendizado sobre pronúncias.
Neste post vou falar um pouco sobre o som das vogais em inglês, mas não como aprendemos no alfabeto, mas sim seu som em uma palavra.
Em sites e livros que ensinam a pronúncia escrita, como estou fazendo, geralmente vêm com símbolos para expressa a pronúncia, particularmente eu acho que este método é um pouco complicado, pois uma vez que você tem que “decorar” os símbolos para então saber qual sonorização ele pertence, isto se torna mais difícil do que a própria pronúncia. Então, para simplificar esta parte, vou fazer de um jeito diferente ao tradicional, porém mais simples e que no final, teremos o mesmo resultado.
Apesar de ser bem fácil, vale lembrar que a pronúncia é a chave para a nossa fluência, então, se quer uma boa fluência é preciso dedicação e estudar a mesma matéria mais de uma vez, ou melhor, quantas vezes for necessário para que isso passe a fazer arte do seu dia. Não leve o estudo da língua inglesa como um jogo de regras, mas sim, várias fases de aprendizado a serem superadas.
Então, vamos as “regras”.Continue a ler »Uma dica para a sua pronúncia em inglês – Parte III – O som das vogais

Halloween ou Dia das Bruxas?

halloween2

Mas afinal, Halloween ou Dia das Bruxas?
Halloween nos Estados Unidos, Dia das Bruxas no Brasil.

O QUE SIGNIFICA:
“Hallowed” é uma palavra do Inglês antigo que significa “santo”, e “e’en” também de origem inglesa significa “noite”, então o significado é “Noite Santa” ou “All Hallows Eve“, “Noite de Todos os Santos”.Continue a ler »Halloween ou Dia das Bruxas?

Uma dica para a sua pronúncia em inglês – Parte II – Acentuação Tônica

No post sobre dicas de pronúncias anterior, “Uma dica para sua pronúncia em inglês“, disponibilizei o link de um tradutor online, diferente do Google Tradutor. Dei algumas dicas de como utilizá-lo, além de uma boa razão para parar de usar o Google Tradutor como exemplo de pronúncias.
Neste post vou falar sobre Acentuação Tônica. Essas informações eu tive depois de pesquisar por quase um ano, pois foi uma informação que  não obtive em cursos de inglês e nem em sites que prometem fluência. Na maioria das vezes eu tive a pronúncia exata das palavras, mas eu queria mais do que a pronúncia, procurava por uma razão, um motivo pelo qual tal palavra é pronunciada de tal forma. Como se fosse uma “regra”.Continue a ler »Uma dica para a sua pronúncia em inglês – Parte II – Acentuação Tônica

Modal Verbs – Verbos Modais, para que servem?

Usados para dar um significado específico para o verbo principal, os verbos modais ou modal verbs, como são chamados em inglês, têm características próprias. Tais como:

  • Não precisam de um verbo auxiliar, mesmo nas formas negativas e interrogativas, pois seu papel na frase já é de um verbo auxiliar.
  • São sempre utilizados na forma infinitiva som o TO.
  • Sempre vêm antes do verbo principal, que por sua vez também vem na forma infinitiva sem o TO.
  • Têm a mesma forma para todas as pessoas, não se flexionando a regra de mudar o verbo nas terceiras pessoas do singular.
  • Não tem nem passado e nem futuro (com exceção do CAN que possui passado e condicional).

Esses verbos modais ocorrem com muita frequência na língua inglesa, por isso exigem um pouco mais de cautela e tempo ao serem estudados.
Para simplificar um pouco mais a forma de estudo, vamos ver cada verbo separadamente e seu devido uso.Continue a ler »Modal Verbs – Verbos Modais, para que servem?

Uma dica para a sua pronúncia em inglês

Bom, este post é com certeza um dos mais importantes que já escrevi, pois fala de um assunto muito pesquisado elos estudantes da língua inglês, principalmente por aqueles que assim como eu, adquirem conhecimentos sozinhos.
Apesar de hoje ter contato com professores de inglês, ainda sinto uma pequena necessidade em pesquisar cada vez mais sobre a pronúncia de várias palavras, pois considerando que estamos aprendendo um idioma e não uma matéria, temos infinitas palavras para aprender.
Ao pesquisar na internet algo que pudesse aproveitar sobre pronúncias em inglês, percebi que este é um assunto pouco falado, ou seja, quase não ensinado! Partindo desse ponto, me aprofundei mais no assunto, e hoje posto o que eu pude aprender com isso.
Primeiramente, devo confessar que muito complicado ensinar pronúncia com apenas textos, por isso eu recomendo o site http://imtranslator.net/translate-and-speak/ .
Trata-se de um tradutor com a pronúncia.
Ai você me pergunta, não poderia ser o google tradutor? Sim! Porém, acredito que poucos sabem que este tradutor não é muito confiável em sua escrita, e como eu pude comprovar, ele também peca na pronúncia. Mas, se ainda assim você quiser ver se realmente existe diferença entre ambos, digite a palavra EIGHTY no Google tradutor e escute sua pronúncia, depois faça o mesmo no imTranslator. Notou a diferença? A pronúncia correta da palavra é “ÊIRÍ” como indicou o imTranslator.
Mas devemos considerar que algumas pronúncias do G.T estão corretas, mas como não dá para saber qual estará correta e qual estará errada, é melhor não arriscar.
Abaixo está uma figura ensinando como usar imTranslator.Continue a ler »Uma dica para a sua pronúncia em inglês

Praticando speaking


Bom, como já sabemos, temos quatro princípios básicos que devemos dominar para uma boa fluência em inglês. Nós vamos ver agora, nosso segundo princípio; SPEAKING.
Como já é de se deduzir, é diretamente a nossa fala, tudo o que reproduzimos em inglês.
Com base no que aprendi e venho aprendendo, pois o estudo de idiomas é um estudo contínuo, devo ressaltar que não se tem um bom “speaking” sem um ótimo “listening”.
Como ressaltei no post Elllo – English Learn Listening Library é preciso acostumar nossos ouvidos com o idioma que estamos aprendendo, independente de ser o inglês ou qualquer outro idioma. O listening estará presente, ou melhor, deve estar presente em todo o momento do aprendizado.Continue a ler »Praticando speaking

Artigo definido THE – Saiba onde e como usar

Primeiro, vamos saber o que é artigo.
Artigo é a classe  de palavras que se antepõe ao substantivo para definir, limitar ou modificar seu uso.

O artigo definido THE é usado antes de um substantivo, como vimos na definição de um artigo descrito acima. Porém, o substantivo que o artigo THE antepõe já tem que ser conhecido pelo ouvinte ou leitor, isso significa que o substantivo já foi mencionado anteriormente.
Em inglês, o artigo THE é invariável em gênero e número, ou seja,  não tem uma forma para masculino e outra feminino, assim como não tem uma forma para plural e outra para singular.
Este artigo pode ser traduzido por O(S), A(S). Porém, como foi dito acima, se eu quiser dizer “os” em inglês, vamos dizer “the” igualmente como dizemos “o”, e não optamos por usar “thes” como já foi visto por ai. Esta forma não existe. Cuidado!

Vamos agora estudar onde usá-lo.
Seu uso se dá em frases com substantivos únicos em sua espécie, como o Sol, por exemplo. Veja a aplicação em uma frase.
Ex.: I love the moon.
(Eu amo a lua).Continue a ler »Artigo definido THE – Saiba onde e como usar